Publicado 09 de Outubro de 2021 - 7h47

Por Estadão Conteúdo

O líder norte-coreano Kim Jong Un disse que restaurará no início de outubro as linhas de comunicação paralisadas com a Coreia do Sul. Os comentários, veiculados em uma reportagem da mídia estatal, vieram um dia depois que a Coreia do Norte alegou ter realizado o primeiro teste de míssil hipersônico, o mais recente de uma série de experimentos com armas neste mês.

A Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA, na sigla em inglês) cita Kim, dizendo que a medida visa realizar os desejos do povo coreano por paz. A KCNA publicou que o líder deu a instrução enquanto instava a Coreia do Sul a abandonar "padrões injustos de negociação dupla" e "políticas hostis".

Kim também diz que as "políticas hostis" e "ameaças militares" dos Estados Unidos permanecem inalteradas e que a recente oferta de diálogos do país americano nada mais é do que uma tentativa de ocultar tal hostilidade. Alguns especialistas dizem que a Coreia do Norte está tentando pressionar Seul a convencer Washington a aliviar as sanções econômicas e fazer outras concessões, ou criar uma divisão entre os aliados. Fonte: Associated Press.

Escrito por:

Estadão Conteúdo