Publicado 04 de Outubro de 2021 - 17h46

Por Estadão Conteúdo

Após quase dez meses afastado dos campos por causa de uma ruptura no ligamento cruzado do joelho esquerdo, o lateral-esquerdo Jorge atuou como titular do Palmeiras pela primeira vez no domingo, no empate por 1 a 1 com o Juventude, pelo Campeonato Brasileiro.

"Ontem (domingo) pude ter a sensação de estar em campo com meus companheiros. Infelizmente, não saímos com a vitória, mas a minha felicidade de ter participado de 45 minutos foi imensa", disse o defensor de 25 anos, cuja última partida como titular havia sido em 16 de dezembro de 2020, ainda quando defendia o Basel-SUI.

Jorge foi contratado pelo Palmeiras em julho, em fase final de recuperação da cirurgia. Em agosto, participou pela primeira vez de uma atividade com bola e no dia 25 de setembro estreou entrando no fim do segundo tempo contra o Corinthians, na Neo Química Arena.

"Primeiramente, agradecer a Deus pela oportunidade de estar voltando a fazer o que mais amo depois de quase dez meses. Quero agradecer a todos envolvidos, ao departamento médico, todos que me ajudaram a chegar até aqui. Com certeza, foi um momento único estar pisando em campo e ter feito um bom primeiro tempo", disse o lateral.

Jorge disputa vaga com o uruguaio Piquerez, Renan e Victor Luis, que está em transição física. "Precisamos ter jogadores de qualidade, são grandes competições e o Palmeiras precisa de um grupo de qualidade para ganhar. Fico feliz por essa briga sadia de posição, isso mostra o quanto estamos querendo jogar", afirmou Jorge.

Eleito o melhor lateral-esquerdo do Campeonato Brasileiro de 2016, essa será a primeira vez que Jorge participará de uma Libertadores, pois foi relacionado para a semifinal contra o Atlético-MG. "Estava muito nervoso, a emoção ali no final foi grande, no vestiário brinquei que baixou a pressão. Isso é para poucos e temos que desfrutar esse momento."

Escrito por:

Estadão Conteúdo