Publicado 13 de Setembro de 2021 - 14h52

Por Gabriel Bueno da Costa

Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet afirmou hoje estar "alarmada" com ataques recentes contra integrantes de dois povos indígenas do Brasil, os Ianomâmi e os Munduruku. Durante reunião do Conselho dos Direitos Humanos da ONU nesta segunda-feira, 13, ela disse que esses ataques foram realizados por "mineradores ilegais na Amazônia".

Ex-presidente do Chile, Bachelet não se estendeu sobre o caso brasileiro, em seu comentário. Ela tratou do País enquanto fazia um balanço geral dos direitos humanos no mundo atualmente e também tratava em particular do quadro na Venezuela, no Afeganistão, na Nicarágua e no Sri Lanka.

Escrito por:

Gabriel Bueno da Costa