Publicado 12 de Setembro de 2021 - 20h37

Por Pedro Caramuru

O governo de São Paulo aplicou nesta terça-feira, 7, Dia da Independência do Brasil, a sétima multa ao presidente Jair Bolsonaro pelos repetidos descumprimentos das normas sanitárias estaduais que visam reduzir a propagação do novo coronavírus. Nesta terça, Bolsonaro participou, na capital paulista, de ato contrário a atuação de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Além do presidente, foram autuadas outras 13 autoridades e personalidades, entre elas, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, o secretário especial de Cultura, Mário Frias, e os deputados federais Carla Zambelli (PSL-SP), Girão Monteiro (PSL-RN), Márcio Labre (PSL-RJ) e Marco Feliciano (PSL-SP). Segundo informou o governo estadual, cada multa por infração sanitária gravíssima pode chegar a R$ 1,5 milhão.

Escrito por:

Pedro Caramuru