Publicado 12 de Setembro de 2021 - 7h37

Por Sandra Manfrini

O Corinthians vai ter de adiar a reestreia de Willian. A intenção era escalar o meia na visita deste domingo ao Atlético-GO. Mas, se isso ocorresse, o meia poderia vir a ter problemas. Isso porque, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), se ele jogasse descumpriria as normas sanitárias do Brasil. Willian chegou ao País no dia 1º de setembro, vindo do Reino Unido, e teria de cumprir quarentena de 14 dias por causa da covid-19.

Segundo o órgão, diante da informação prestada na Declaração de Saúde do Viajante (DSV) pelo jogador sobre sua passagem pelo Reino Unido, foi emitido, no aeroporto de Guarulhos, o Termo de Controle Sanitário do Viajante (TCSV) no dia 1º de setembro, informando sobre a obrigatoriedade de quarentena por 14 dias. "O viajante tomou ciência e assinou o TCSV, comprometendo-se a cumprir as regras sanitárias vigentes no País."

Na manhã de sábado, ainda em São Paulo, agentes da Vigilância Sanitária foram à casa do jogador verificar sua situação no Brasil. Willian não foi encontrado, pois estava treinando com o Corinthians antes da viagem a Goiânia. Por causa dessa visita, o departamento jurídico do Corinthians garantiu não haver impedimento para sua utilização, pois, como brasileiro, não há restrição de sua entrada no País. Depois da manifestação da Anvisa, porém, o clube decidiu tirar o jogador da lista de relacionados.

A Anvisa disse no sábado que todos os órgãos competentes para monitoramento e vigilância ativa foram informados sobre o Termo de Controle Sanitário emitido para Willian e nos dias 6 e 8 de setembro teria reiterado a informação, solicitando retorno sobre as providências adotadas. A Agência também comunicou ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde Nacional (CIEVS) e local, para acompanharem o viajante.

"No entanto, considerando que notícias não oficiais chegaram à Anvisa dando conta de que o jogador vem circulando em treinamentos e que participará de jogo neste domingo em outro estado da Federação, a Anvisa notificou de imediato o CIEVS para que adote as ações necessárias junto à Vigilância Sanitária do Estado ou Município para o cumprimento das medidas sanitárias, com vistas a evitar que o jogador descumpra o período de quarentena."

Um ofício foi enviado neste sábado à CBF e ao Corinthians, advertindo que o jogador assinou o TCSV e está impedido de participar de treinos e partidas de futebol, "devendo cumprir o autoisolamento, sob pena de responsabilização civil, administrativa e penal". Para o órgão , a situação é considerada de "risco sanitário grave". Diante disso, a diretoria corintiana decidiu evitar mais confusão e nem relacionou o atleta para a partida deste domingo.

Sem Willian, mas com Renato Augusto, Roger Guedes e Giuliano, o Corinthians pretende fazer um segundo turno de Campeonato Brasileiro mais sólido do que foi o primeiro. Tanto o time paulista quanto o Atlético-GO começam a segunda metade da competição próximas uma da outra na tabela. O Corinthians está em sexto com 28 pontos, enquanto o Atlético-GO, com um jogo a menos, ocupa a oitava posição e soma, até o momento, 25 pontos no torneio.

Além de não ter vencido o rival goiano este ano, o Corinthians foi incapaz de superar a defesa da equipe goianiense nas três partidas disputadas pelas duas equipes em 2021. Foram duas derrotas (0x1 e 0x2 na Neo Química Arena) e um empate sem gols no jogo de volta da Copa do Brasil que culminou na eliminação corintiana da competição.

A equipe de Sylvinho que viaja para Goiânia, contudo, é bem diferente das escalações que entraram em campo nos duelos anteriores. O Corinthians terá à disposição todos os recém-contratados Roger Guedes, Giuliano e Renato Augusto, que devem ser titulares no ataque ao lado de Jô, que voltou a treinar nesta sexta-feira após o falecimento do sogro.

Gil, suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo, e o meio-campista Adson, que sofreu uma lesão na perna esquerda e não atua desde a vitória sobre o Athletico-PR, são desfalques certos para o confronto de domingo. O jovem de 20 anos até participou do treino desta sexta-feira, mas ainda está em fase de transição com a equipe de preparação física do clube.

Para o lugar do zagueiro, a opção será a de Raul Gustavo, que fez a composição da linha defensiva com Fagner, João Victor e Fábio Santos no treinamento desta sexta. Apesar de ter atuado pouco com Raul em dupla, o parceiro João Victor está confiante no entrosamento com o companheiro.

"A expectativa é a melhor possível. Joguei com Raul aqui mesmo no profissional, quando a gente estava jogando com linha de três. Nós dois como dupla será a segunda vez. Ele tem muita qualidade, tenho certeza que vai entrar em campo e agregar muito à nossa equipe" afirmou João Victor, que .

Além dos reforços, o Corinthians tem motivos para confiar no desempenho do time quando a equipe joga fora de casa. Se o retrospecto como mandante ainda deixa a desejar nesse Campeonato Brasileiro - foram apenas duas na Neo Química Arena - como o visitante o Corinthians conseguiu cinco vitórias das sete que tem no torneio.

Pelo lado do Atlético-GO, o técnico Eduardo Barroca não poderá contar com os atacantes Janderson e André Luís, que pertencem ao Corinthians e hoje atuam pelo Dragão por empréstimo. Ambos serão desfalques por questões contratuais.

"Não sou um treinador de lamentar ausências. Não vamos ter Janderson e André Luís, então é a oportunidade para outros jogadores terem espaço. Todos têm a confiança do treinador e do clube. Que façam um grande jogo no domingo", comentou Barroca nesta sexta-feira.

O treinador do Atlético-GO contará com os retornos de Dudu e Natanael que, apesar de atuarem pelas laterais, podem ser utilizados por Barroca para fortalecer o sistema ofensivo pelas pontas e escalá-los atuando próximos de Arnaldo pela direita, e Igor Cariús pela esquerda. Ronald e Toró também podem ser opções para substituir os desfalques, mas ambos os jogadores ainda não conseguiram emplacar uma forte sequência com o treinador.

Escrito por:

Sandra Manfrini