Publicado 12 de Setembro de 2021 - 6h26

Por Estadão Conteúdo

O técnico Luiz Felipe Scolari teve duas semanas para preparar o time do Grêmio para enfrentar o Ceará, neste domingo, em Porto Alegre, em duelo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem grandes alternativas no elenco, o experiente treinador deverá manter a mesma base da equipe, que está na penúltima colocação, com sérios riscos de rebaixamento.

A maior preocupação de Felipão no período de treinamentos foi no setor defensivo. Só a dupla de zaga, formada por Geromel e Kannemann foi mantida durante todo o período. No meio de campo, Thiago Santos e Villasanti são os preferidos do treinador para cuidarem da marcação.

No ataque, Alisson e Borja possuem a titularidade, enquanto Jhonata Robert, com boas atuações no time de aspirantes, surge como opção para entrar na equipe durante a partida.

O Grêmio faz péssima campanha no Brasileirão, à frente apenas da lanterna Chapecoense. Em 17 partidas disputadas, o time de Felipão soma apenas quatro vitórias, com quatro empates e nove derrotas. O ataque só fez 12 gols, enquanto a defesa foi vazada em 18 oportunidades.

CEARÁ - Há quatro jogos sem vencer na Série A do Campeonato Brasileiro, o Ceará busca iniciar uma nova fase. O time cearense, que está na décima colocação, com 24 pontos, terá a estreia do técnico Tiago Nunes. Ele foi contratado para substituir Guto Ferreira, demitido após a derrota para o América-MG por 2 a 0 na rodada retrasada.

Tiago Nunes estreia em um momento de turbulência. A última vitória do Ceará foi sobre o Fortaleza, no dia 1º de agosto, ainda pela 14ª rodada. Desde então, o time empatou com o Flamengo e Atlético-GO e foi derrotado pelo Corinthians e América-MG.

Além disso, Tiago Nunes tem uma missão: fazer o Ceará vencer a primeira partida fora de casa neste Brasileirão. Em nove jogos como visitante, foram seis empates (Chapecoense, Internacional, Red Bull Bragantino, Fluminense, Cuiabá e Sport) e três derrotas (Santos, Corinthians e América-MG).

"Principal ponto nesse momento é que possamos encontrar um equilíbrio pelo que já vinha sendo desenvolvido pelo Guto Ferreira. E, aos poucos, ir também agregando algumas questões táticas e conceituais importantes para o Ceará ser mais competitivo do que já é. Os atletas têm se empenhado, se dedicado. Uma equipe fisicamente muito forte. Querem absorver o que estamos trazendo, sem perder aquilo que já tinham", disse o técnico.

Tiago Nunes reencontra o Grêmio, último clube que ele dirigiu. No time gaúcho ficou apenas 74 dias e foi demitido após derrota para o Atlético-GO por 1 a 0 na nona rodada. Ele deixou o Grêmio depois de 20 partidas, com 10 vitórias, cinco empates e cinco derrotas, o que dá um aproveitamento.

Para esta partida, o treinador ganhou mais uma opção. O atacante Gabriel Santos já foi regularizado e está à disposição. Artilheiro da Série D do Campeonato Brasileiro, com 13 gols marcados, o atacante foi emprestado pela Caldense. Ele, porém, fica como opção no banco de reservas.

Escrito por:

Estadão Conteúdo