Publicado 11 de Setembro de 2021 - 17h31

Por Estadão Conteúdo

O futebol da Dinamarca voltou a viver um pesadelo com um atleta sofrendo um mal súbito em campo. Três meses após Christian Eriksen passar pela situação em jogo da Eurocopa, Wessam Abou Ali, jogador de 22 anos do Vendsyssel, teve um mal súbito em campo durante o jogo contra o Lyngby pela segunda divisão, mas passa bem, segundo o clube.

Abou Ali desabou em campo aos 15 minutos do segundo tempo, com a partida empatada em 1 a 1. Os jogadores imediatamente fizeram um círculo em volta do atacante enquanto os médicos entravam em campo para fazer os primeiros socorros.

Abou Ali teve convulsões e não chegou a ter um enfarte. O centroavante foi levado para o hospital já consciente na ambulância. O Vendsyssel divulgou comunicado no qual afirma que o atleta está bem, conversou com os médicos e já caminhou pelo quarto.

A partida foi suspensa após o mal súbito de Abou Ali. A federação dinamarquesa ainda irá definir se ela será retomada em outra data.

Eriksen sofreu uma parada cardíaca durante jogo da Dinamarca com a Finlândia pela Eurocopa no dia 12 de junho. O atleta foi socorrido e a partida foi retomada posteriormente, com vitória finlandesa.

Eriksen teve um dispositivo cardioversor desfibrilador implantável (CDI) implantado, tipo de marca-passo que pode prevenir paradas cardíacas fatais ao disparar um choque para restaurar o ritmo cardíaco regular. Com contrato com a Inter de Milão, ele não poderá jogar enquanto tiver o objeto, e a continuidade da carreira no esporte segue incerta.

Escrito por:

Estadão Conteúdo