Publicado 10 de Setembro de 2021 - 19h21

Por Estadão Conteúdo

O penúltimo treino do Palmeiras antes de voltar a campo domingo, às 16h, contra o Flamengo, no Allianz Parque, pelo Brasileirão, teve o retorno de Gustavo Gómez. O zagueiro voltou e treinou com o grupo na Academia de Futebol nesta sexta-feira depois de servir a seleção do Paraguai nas Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar.

Gómez estava suspenso e não enfrentou a Venezuela no último compromisso do Paraguai. Descansado, ele retornou a São Paulo e treinou com o elenco na manhã desta sexta-feira.

"Todo jogador trabalha para ser convocado por sua seleção e agora estou feliz por voltar a treinar com os meus companheiros. Estamos muito focados para o jogo importante contra o Flamengo em casa, no domingo. Foi importante ter estas duas semanas de preparação em termos físicos e para o professor também trabalhar mais sua ideia de jogo. Vamos tratar de fazer o melhor e buscar os três pontos", afirmou o defensor.

Já o goleiro Weverton e o lateral-esquerdo Piquerez, que estavam com as seleções de Brasil e Uruguai, respectivamente, também regressaram nesta sexta, mas fizeram um trabalho à parte no período da tarde.

Abel Ferreira comandou uma atividade em campo reduzido, dando ênfase a passes curtos e cruzamentos. Na sequência, zagueiros e atacantes foram separados para atividades específicas das posições, como marcação, rebatidas, jogadas aéreas, movimentações, finalizações, entre outros. No fim ainda, alguns atletas ensaiaram cobranças de faltas e pênaltis.

O lateral-esquerdo Jorge, em fase final de recondicionamento físico, cumpriu seu cronograma com profissionais do Núcleo de Saúde e Performance no gramado e na parte interna do centro de excelência. Ele deve estar à disposição da comissão técnica a partir da próxima semana.

O Palmeiras faz mais um treino, neste sábado, antes de enfrentar o Flamengo. O time alviverde não joga desde a vitória sobre o Athletico-PR, no dia 28 de agosto, por 2 a 1. É o vice-líder do Brasileirão, com 35 pontos, quatro atrás do líder Atlético-MG.

Escrito por:

Estadão Conteúdo