Publicado 10 de Setembro de 2021 - 12h26

Por Estadão Conteúdo

Neste domingo, pela primeira vez em um ano e meio, vai rolar uma partida de futebol no estádio Santiago Bernabéu, em Madri. O local não recebe qualquer evento desde que o Real Madrid derrotou o Barcelona por 2 a 0, em 1.º de março de 2020, e agora, 560 dias depois, o time merengue enfrenta o Celta na sua histórica e lendária casa.

Quando começou a pandemia do novo coronavírus, interrompendo temporariamente o calendário futebolístico e impedindo os torcedores de assistir aos jogos, o Real Madrid decidiu antecipar as obras de remodelação que tinha planeado para o Santiago Bernabéu. Se nenhum estádio de futebol seria capaz de receber torcedores por um período significativo de tempo, o clube concluiu que fazia sentido aproveitar esse tempo para começar as obras que havia planejado realizar nos períodos de férias.

Assim, o Real Madrid cumpriu os últimos jogos em casa da temporada 2019-2020 e todos de 2020-2021 no estádio Alfredo Di Stefano, no complexo de treinos de Valdebebas, na região metropolitana de Madri. Este era o local que vinha sendo utilizado pela equipe B, o Real Madrid Castilla, e, mesmo sendo um terreno menor, é um espaço de última geração que conta com 14 cabines para TV e rádio, dezenas de lugares para a imprensa escrita e um centro de mídia. Havia espaço suficiente para a instalação de até 30 câmeras, o que significa que as transmissões dos jogos ainda eram da mais alta qualidade.

Durante a sua breve estada no estádio Alfredo Di Stefano, o Real Madrid conquistou o título da temporada 2019-2020 do Campeonato Espanhol, além de vencer jogos importantes como os clássicos contra Barcelona e Atlético de Madrid. No total, incluindo todas as competições, os merengues disputaram 31 jogos em casa em Valdebebas entre o retorno do futebol e agora, com um registro de 23 vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Isso resultou em uma porcentagem de vitórias de 74%, apenas um pouco abaixo da porcentagem de vitórias em casa do Real Madrid no Santiago Bernabéu, de 77%.

Agora, depois de jogar as três primeiras partidas da temporada 2021-2022 como visitante, é finalmente hora do retorno e, mesmo que ainda haja capacidade limitada devido às restrições restantes do novo coronavírus e ao fato de os fãs estarem voltando aos poucos, há uma grande emoção antes do confronto deste domingo contra o Celta.

As obras do estádio ainda estão ocorrendo, pois a reforma é significativa e ainda demorará para ser concluída. No entanto, o Real Madrid conseguiu acelerar o processo ao construir o que o presidente do clube, Florentino Pérez, disse ser "o melhor estádio do mundo".

O novo Santiago Bernabéu trará mais segurança, conforto e acessibilidade aos torcedores, ao mesmo tempo que terá uma nova cobertura, um novo exterior e novos espaços como salas de convenções, lojas, parque de estacionamento e um novo museu interativo.

Escrito por:

Estadão Conteúdo