Publicado 09 de Setembro de 2021 - 21h36

Por Fernanda Nunes

Na cidade do Rio de Janeiro, 1.206 pessoas foram vacinadas, neste sábado, com o lote 202108113H da Coronavac, suspenso pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A suspensão foi determinada após o órgão regulador tomar conhecimento de que esse e outros lotes haviam sido envasados em uma fábrica chinesa sem antes passar pela sua inspeção.

"Neste momento não há indicação de revacinar essas pessoas e qualquer reação adversa deve ser comunicada à unidade de saúde que aplicou a dose", informou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio de sua assessoria de imprensa.

A prefeitura suspendeu o uso do lote por orientação da Anvisa. Nas redes sociais, o secretário de Saúde, Daniel Soranz, tranquilizou a população ao afirmar que o Instituto Butantan enviou nota garantindo a segurança e a qualidade do imunizante.

Ao todo, 47.337 cariocas se vacinaram neste sábado, a maior parte deles tomou a segunda dose. Ou seja, apenas 2,5% do total de vacinados receberam o lote de Coronavac suspenso pela Anvisa.

No Twitter, o secretário de Saúde afirmou que o número de vacinação da segunda dose supera o da primeira por falta de estoque.

Escrito por:

Fernanda Nunes