Publicado 07 de Setembro de 2021 - 18h42

Por Célia Froufe

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, avaliou há pouco que o presidente Jair Bolsonaro usou dinheiro público para transformar uma data nacional (Dia da Independência) em evento particular. Pelo Twitter, a atitude do presidente está a serviço de seus "interesses golpistas".

Por isso, o advogado convocou uma atuação por parte do Congresso. "Chegou o momento histórico de os presidentes da Câmara (Arthur Lira) e do Senado (Rodrigo Pacheco) tomarem posição. A sociedade espera atitude firme de defesa da democracia ameaçada", escreveu na sua conta da rede social.

Há a expectativa de que ainda hoje a OAB publique um comunicado a respeito do discurso de Bolsonaro em Brasília e em São Paulo. Em sua fala, o presidente disse que não aceitaria mais decisões do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Escrito por:

Célia Froufe