Publicado 07 de Setembro de 2021 - 16h06

Por Gabriel Bueno da Costa

O Escritório de Segurança e Fiscalização Ambiental dos Estados Unidos afirmou em comunicado que foi retirado pessoal de um total de 288 plataformas de produção, 51,43% das 560 plataformas tripuladas no Golfo do México. A agência oficial diz que tem uma equipe que trabalha com operadores offshore e outras agências estaduais e federais, até que as operações retornem ao normal e a tempestade não seja uma ameaça às atividades de petróleo e gás do Golfo do México.

Após a passagem da tempestade, haverá inspeções nos locais de produção, afirma o órgão. Uma vez que todos os padrões terem sido concluídos, a produção será retomada "de imediato", diz ainda o texto, que menciona que as estruturas com danos "poderão levar mais para voltar ao funcionamento".

Escrito por:

Gabriel Bueno da Costa