Publicado 06 de Setembro de 2021 - 19h46

Por Estadão Conteúdo

O ator Michael K. Williams, que como o ladrão de traficantes de drogas Omar Little no The Wire criou um dos personagens mais populares da televisão nas últimas décadas, morreu nesta segunda-feira, 6, aos 54 anos. Williams foi encontrado morto na cobertura de seu apartamento no Brooklyn, disse a polícia de Nova York. A causa da morte ainda está sendo investigada.

O ator cresceu no bairro East Flatbush do Brooklyn, de onde ele disse nunca ter imaginado uma vida fora. Mas, antes dos 30 anos, havia transformado seu amor pela dança em trabalhos como dançarino em turnês com os cantores George Michael e Madonna, e depois conseguiu sua primeira oportunidade de atuação com outro artista, Tupac Shakur.

Little, seu personagem em The Wire, era um baseado em personagens reais de Baltimore, provavelmente o personagem mais amado entre os fãs dedicados da série da HBO que foi ao ar entre 2002 e 2008 e é constantemente revisto no streaming.

Williams também apareceu em outros programas e filmes por mais de duas décadas, incluindo os papéis nas séries da HBO "Boardwalk Empire: O Império do Contrabando e Lovecraft Country, e nos filmes 12 Anos de Escravidão e Assassin's Creed.

Como Little, ele interpretou um criminoso com um rigoroso código moral, conhecido por tirar proveito de uma reputação de brutalidade que nem sempre era real. Ele assobiava The Farmer In The Dell para anunciar sinistramente sua chegada. O personagem também quebrou barreiras na TV como um homem abertamente gay cuja sexualidade não era central para seu papel.

Williams apareceu em todas as cinco temporadas de The Wire de 2002 a 2008, seu personagem crescendo em proeminência a cada uma delas. (Com agências internacionais)

Escrito por:

Estadão Conteúdo