Publicado 06 de Setembro de 2021 - 15h56

Por Bruno Villas Bôas

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro informou que, até o momento, não recebeu indicação para vacinar novamente as pessoas que receberam dose da Coronavac do lote 202108113H, interditado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por ter sido envasado em uma fábrica chinesa que não passou pelo processo de inspeção da agência.

Segundo a secretaria, 1.206 pessoas foram vacinadas no município com o lote 202108113H no sábado. O uso do lote foi suspenso por orientação da Anvisa e as pessoas com qualquer reação adversa devem procurar a unidade de saúde que aplicou a vacina. A Prefeitura ainda aguarda posicionamento do Ministério da Saúde sobre como proceder.

O lote interditado foi distribuído a municípios do Estado do Rio no fim de semana. Além da capital, as vacinas foram enviadas para cidades da região metropolitana, Centro-Sul, Serrana, Médio Paraíba e Baixada Litorânea. O Instituto Butantan divulgou nota para tranquilizar os vacinados com os lotes suspensos, ressaltando a segurança e a qualidade do imunizante.

Escrito por:

Bruno Villas Bôas