Publicado 06 de Setembro de 2021 - 13h47

Por André Marinho

A Merck e a Ridgeback Biotherapeutics anunciaram, nesta quarta-feira, 1º de setembro, que iniciaram o estudo de fase 3 de avaliação do possível impacto do antiviral molnupiravir na prevenção do coronavírus. A previsão é de que os resultados dos testes sejam concluídos ainda neste segundo semestre do ano.

A pesquisa contará com cerca de 1,3 mil participantes, que de maneira randomizada receberão 800 mg do medicamento ou placebo por via oral a cada 12 horas por cinco dias.

Serão inscritos voluntários que tenham pelo menos 18 anos, morem em casa em que alguém tenha testado positivo para a doença e não tenham tido sintoma da doença por mais de cinco dias.

Escrito por:

André Marinho