Publicado 21 de Agosto de 2021 - 7h24

Por Estadão Conteúdo

No jogo de abertura da 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético-GO tem a chance de dormir na zona de classificação à Copa Libertadores neste sábado quando recebe a lanterna Chapecoense, às 17 horas, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO).

Invicto há quatro jogos e animado pela vitória sobre o Bahia, por 2 a 1, em Salvador, o Atlético-GO é o sétimo colocado, com 23 pontos. A Chapecoense, por sua vez, continua caminhando a passos largos rumo à Série B.

Na lanterna, com apenas cinco pontos, o time catarinense é o único que ainda não venceu e pode quebrar o recorde negativo do Avaí, que em 2019 conseguiu a primeira vitória na elite na 17.ª rodada.

Sem ganhar como mandante há quase dois meses, o Atlético-GO pode ter a mesma formação que iniciou contra o Bahia, já que o volante Baralhas era o único pendurado e não foi amarelado. O volante Marlon Freitas continua no departamento médico.

"Vai ser difícil, mesmo com a Chape na situação que se encontra hoje. Sempre dificultam os jogos e vão vir por uma bola, bem fechados. Precisamos impor nosso ritmo de jogo para conseguir o resultado positivo e subir na tabela", comentou o zagueiro Wanderson.

Na Chapecoense, o técnico Pintado deve realizar pelo menos duas mudanças em relação ao time que empatou com o América-MG, por 1 a 1, em Chapecó. Recuperado de contusão, o zagueiro Joilson volta após oito meses no lugar de Kadu, expulso. No ataque, Bruno Silva pode aparecer no lugar de Geuvânio.

"Estamos empenhados para a conquista do objetivo, que é a manutenção da Chapecoense. Precisamos de uma sequência de bons resultados que nos ajudem a sair dessa situação", disse o volante Alan Santos.

Escrito por:

Estadão Conteúdo