Publicado 19 de Agosto de 2021 - 18h49

Por Gustavo Côrtes

O presidente da República, Jair Bolsonaro, revelou nesta quinta-feira, 19, em conversa com apoiadores no retorno ao Palácio da Alvorada, que fará denúncias sobre supostas irregularidades cometidas por gestões da Caixa Econômica em governos anteriores. "Vamos falar um pouco da Caixa Econômica Federal com o presidente. Como eram as indicações e o que se fazia com o dinheiro público."

Aos simpatizantes presentes na residência oficial, Bolsonaro disse que o assunto é "sério".

"Vai ser bastante tenso o que vai acontecer hoje lá", afirmou o presidente da República.

Durante o encontro com apoiadores, Bolsonaro adiantou que não haveria apresentações musicais durante a transmissão, como ocorreu em outras semanas, "para evitar dar aquele ar de descontração".

O presidente do banco público, Pedro Guimarães, deve acompanhá-lo na transmissão semanal, conforme Bolsonaro já tinha sinalizado pela manhã.

Em conversa mais cedo com apoiadores, também na porta do Alvorada, Bolsonaro disse que Guimarães fez investigações e está "abismado" com a corrupção encontrada na instituição.

Escrito por:

Gustavo Côrtes