Publicado 18 de Agosto de 2021 - 23h50

Por Estadão Conteúdo

O CRB desperdiçou a chance de terminar o primeiro turno na vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira à noite, mesmo atuando no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), apenas empatou sem gols com o Operário, pela 19.ª rodada.

O time alagoano ficou com 33 pontos, em terceiro lugar, perdendo no critério de saldo de gols (8 a 6) para o Avaí, novo vice-líder e atrás somente do Coritiba, com 36. A zona de acesso, o chamado G-4, é completada pelo Goiás, com 31 pontos, que joga na quinta-feira diante do Brusque. Apenas dois pontos atrás, com 29, o Operário aparece na décima posição, comprovando o forte equilíbrio da competição.

O primeiro tempo decepcionou porque os dois times se estudaram demais, se respeitaram ao extremo e esqueceram de jogar bola. A única grande chance para abrir o placar esteve nos pés do atacante Júnior Brandão. Lançado em velocidade nas costas do zagueiro, ele invadiu a área, mas chutou em cima do goleiro Simão, que fez grande defesa.

No segundo tempo, porém, o CRB foi para cima e em menos de cinco minutos já tinha criado duas oportunidades para marcar. Na primeira, aos dois minutos, Júnior Brandão invadiu a área e chutou cruzado, mas para fora. A segunda, aos cinco, Jajá chutou forte e o goleiro Simão defendeu em dois tempos.

Preocupado, o técnico Matheus Costa fez três trocas no Operário, para reforçar a marcação e ganhar mais fôlego usando jogadores descansados. Aos 14 minutos aconteceu um lance que poderia mudar o jogo. Pablo Dyego foi expulso ao segurar um adversário pela camisa. Ele já tinha recebido antes o cartão amarelo pelo mesmo motivo, por isso levou o vermelho de forma merecida.

Alguns minutos de instabilidade e o CRB voltou a equilibrar as ações. Mas dependia da velocidade e dos dribles de Jajá para chegar à área adversária. Se a situação era difícil no ataque, a defesa do CRB não tinha trabalho diante da fragilidade ofensiva dos paranaenses.

O Operário só se arriscou na parte final do jogo. E teve uma chance de ouro aos 40 minutos, num chute cruzado de Alex Silva e o gol acabou salvo pelo experiente Gum.

Na abertura do segundo turno, o CRB vai jogar com o Remo, sábado, às 21 horas, em Belém (PA). O Operário vai atuar em Ponta Grossa (PR) contra o Vasco, no sábado, às 19 horas.

FICHA TÉCNICA:

CRB 0 x 0 OPERÁRIO-PR

CRB - Diogo Silva; Celsinho, Gum, Caetano e Guilherme Romão; Claudinei, Wesley (Carlos Jatobá) e Renan Bressan (Alisson Farias); Pablo Dyego, Júnior Brandão (Alan James) e Jajá (Erik). Técnico: Allan Aal.

OPERÁRIO - Simão; Alex Silva, Reniê, Rodolfo Filemon e Fábio Alemão (Fabiano); Djalma Silva, Leandro Villela (Cleyton), Marcelo Santos (Rafael Chorão), Rafael Oller (Marcelo) e Thomaz (Rodrigo Pimpão); Paulo Sérgio. Técnico: Matheus Costa.

CARTÕES AMARELOS - Jajá (CRB); Fábio Alemão, Thomaz e Paulo Sérgio (Operário).

CARTÃO VERMELHO - Pablo Dyego (CRB).

ÁRBITRO - Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

Escrito por:

Estadão Conteúdo