Publicado 18 de Agosto de 2021 - 15h50

Por Sofia Aguiar

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos recomendou que todos os americanos recebessem vacinas de reforço da covid-19 para melhorar sua proteção contra o vírus em meio a evidências de que a eficácia dos imunizantes diminui com o tempo.

O plano, delineado pelo órgão e outras autoridades, divulgado pelo Guardian, prevê uma dose extra oito meses depois da segunda dose da vacina Pfizer ou Moderna. A aplicação das doses podem começar na semana de 20 de setembro, relata a Associated Press, embora o plano ainda esteja aguardando uma avaliação do departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) sobre a segurança e eficácia de uma terceira aplicação.

Autoridades de saúde disseram que as pessoas que receberam a vacina em dose única da Johnson & Johnson provavelmente também precisarão de imunizações extras.

Escrito por:

Sofia Aguiar