Publicado 18 de Agosto de 2021 - 15h24

Por Fabrício de Castro

O fluxo cambial do ano até 13 de agosto ficou positivo em US$ 17,763 bilhões, informou nesta quarta-feira o Banco Central. Em igual período do ano passado, o resultado era negativo em US$ 15,186 bilhões.

A saída pelo canal financeiro neste ano até 13 de agosto foi de US$ 1,382 bilhão. O resultado é fruto de aportes no valor de US$ 323,140 bilhões e de envios no total de US$ 321,758 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo anual acumulado até 13 de agosto ficou positivo em US$ 16,381 bilhões, com importações de US$ 128,056 bilhões e exportações de US$ 144,438 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 18,932 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 38,290 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 87,215 bilhões em outras entradas.

Agosto

Depois de encerrar julho com entradas líquidas de US$ 831 milhões, o País registrou fluxo cambial positivo de US$ 1,591 bilhão em agosto até o dia 13, informou o Banco Central. O período corresponde às duas primeiras semanas do mês.

O canal financeiro apresentou entradas líquidas de US$ 1,292 bilhão no período. Isso é resultado de aportes no valor de US$ 17,802 bilhões e de retiradas no total de US$ 16,510 bilhões.

No comércio exterior, o saldo de agosto até o dia 13 é positivo em US$ 299 milhões, com importações de US$ 7,423 bilhões e exportações de US$ 7,722 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 754 milhões em ACC, US$ 1,535 bilhão em PA e US$ 5,433 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial registrado na semana passada (de 9 a 13 de agosto) para o Brasil ficou positivo em US$ 674 milhões, informou o Banco Central.

O canal financeiro apresentou entrada líquida de US$ 232 milhões na semana, resultado de aportes no valor de US$ 8,257 bilhões e de envios no total de US$ 8,025 bilhões.

No comércio exterior, o saldo na semana passada ficou positivo em US$ 442 milhões, com importações de US$ 3,725 bilhões e exportações de US$ 4,166 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 379 milhões de ACC, US$ 759 milhões de PA e US$ 3,029 bilhões de outras entradas.

Escrito por:

Fabrício de Castro