Publicado 17 de Agosto de 2021 - 20h23

Por Estadão Conteúdo

A torcida que estará presente para apoiar o Libertad na próxima quinta-feira, às 21h30, no Defensores del Chaco, pelo jogo de volta das quartas de final da Sul-Americana, não é um problema para João Paulo. O goleiro do Santos entende que a presença dos torcedores no estádio pode servir de motivação para a equipe santista, que joga pelo empate para se classificar.

"Não vejo a presença dos torcedores deles como um obstáculo. Acredito que, para nós, pode ser até uma motivação a mais voltar a jogar com a presença dos torcedores, mesmo que seja contra. Temos um elenco jovem, e jogos como esse de quinta são importantes demais para eles ganharem mais experiência. Vai ser um grande jogo e vamos em busca de colocar o Santos FC no lugar mais alto", opinou o goleiro.

A entrada no estádio em Assunção, no Paraguai, será liberada a torcedores que receberam as duas doses de vacina contra covid-19 e apresentarem testes negativos para a doença.

João Paulo foi destaque do Santos no empate com o Fortaleza domingo passado ao defender um pênalti nos acréscimos e protagonista em tantas outras partidas. O goleiro de 26 assumiu a titularidade após boas atuações e tem salvado o time alvinegro em partidas importante.

"Sempre me dediquei bastante no dia a dia e hoje estou conseguindo colher os frutos desse trabalho. Temos que fazer o que estamos fazendo nos treinamentos. Confiança para sair jogando quando tivermos com a possa da bola, estar sempre atento na marcação, pressionar a saída do adversário", relatou. "Agora é trabalhar forte nesse último treino de quarta, pois assim eu tenho certeza que vamos fazer um grande jogo e buscar essa classificação".

Na partida de ida contra o Libertad, semana passada, o Santos venceu por 2 a 1 na Vila Belmiro. Por isso, os comandados de Fernando Diniz joga por um empate no Paraguai para confirmarem a classificação para as semifinais da Sul-Americana.

Escrito por:

Estadão Conteúdo