Publicado 17 de Agosto de 2021 - 15h47

Por Estadão Conteúdo

O técnico Luiz Felipe Scolari aproveitou a véspera da partida contra o Cuiabá, nesta terça-feira, para trabalhar taticamente com a equipe do Grêmio que deve iniciar o jogo desta quarta, na Arena Pantanal, em Cuiabá, adiado da quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda em Porto Alegre, o treinador orientou atividades para ajustar detalhes que considera importante para o time voltar a vencer na competição.

Na primeira parte do trabalho, Felipão deu atenção especial para a movimentação ofensiva da equipe. Na sequência, o foco foi no posicionamento defensivo, em especial nas bolas paradas. Antes de encerrar a atividade, os jogadores exercitaram finalizações, cobranças de faltas e penalidades.

Os zagueiros Paulo Miranda e Rodrigues disputam a vaga de Pedro Geromel, suspenso com o terceiro cartão amarelo. O argentino Kannemann não joga desde a derrota para a LDU, pela Copa Sul-Americana, no dia 20 de julho, quando deixou o campo com uma pancada no joelho, e não foi convocado para o jogo. Seguirá em Porto Alegre realizando tratamento médico.

Com as más atuações de Bruno Cortez, Diogo Barbosa e com Guilherme Guedes lesionado, Felipão pode improvisar Rafinha na lateral esquerda. O volante paraguaio Mathias Villasanti fica à disposição e pode começar a partida, já que está inscrito e vem com ritmo de jogo. Neste caso, Lucas Silva deixaria o time.

O experiente volante Maicon também é opção para o meio de campo e pode atuar na vaga de Jean Pyerre, que segue sem dar a resposta esperada e pode ceder a vaga de titular no confronto direto com o Cuiabá. O clube do Mato Grosso é o 16º colocado, primeiro fora da zona de rebaixamento, com 17 pontos em 15 jogos. Já o Grêmio é o 19.° com 10, em 14 compromissos disputados.

POLÊMICA - O Grêmio se manifestou em nota após circulação nas redes sociais de um vídeo que mostra os jogadores do clube em um evento. Sem citar nomes dos atletas envolvidos, confirmou que a presença de integrantes do elenco em uma festa em buffet infantil na noite de domingo, em Canoas (RS). No local ocorria em comemoração ao "aniversário de um companheiro". A confraternização ocorreu entre 18 horas e 0 hora, após os jogadores cumprirem a sessão de treinamentos do domingo.

"A festa foi organizada dentro das normas municipais vigentes para realização de eventos, com limite de convidados e respeito aos protocolos", citou um trecho da nota. Os esclarecimentos foram publicados após reunião do Conselho de Administração e do Departamento de Futebol com os atletas envolvidos no caso. O clube ainda destaca que os jogadores são orientados continuamente sobre os procedimentos de prevenção à Covid-19 e "mantém rígido controle de saúde na rotina de treinamentos e jogos".

O vídeo que circulou nas redes sociais mostrava os jogadores em um evento com uma banda de pagode. Como o Grêmio passa por um momento difícil na tabela de classificação, muitos torcedores criticaram a participação dos atletas. No sábado, a equipe perdeu por 2 a 1 para o São Paulo.

Escrito por:

Estadão Conteúdo