Publicado 10 de Agosto de 2021 - 11h18

Por Daniela Amorim

O grupo Alimentação e Bebidas saiu de uma elevação de 0,43% em junho para um aumento de 0,60% em julho, dentro do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O grupo contribuiu com 0,13 ponto porcentual para a taxa de 0,96% do IPCA no mês.

A alimentação no domicílio acelerou o ritmo de elevação de 0,33% em junho para 0,78% em julho. As famílias pagaram mais pelo tomate (18,65%), frango em pedaços (4,28%), leite longa vida (3,71%) e carnes (0,77%).

Por outro lado, os preços caíram para a cebola (-13,51%), batata-inglesa (-12,03%) e arroz (-2,35%).

A alimentação fora do domicílio desacelerou de 0,66% em junho para 0,14% em julho, com aumentos mais brandos no lanche (0,16%) e na refeição fora de casa (0,04%).

Escrito por:

Daniela Amorim