Publicado 10 de Agosto de 2021 - 6h18

Por Estadão Conteúdo

De olho em uma vaga dentro do G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vasco enfrenta o Vila Nova nesta terça-feira, às 21h30, em São Januário, pela 17ª rodada. Diferente do time carioca, a equipe goiana quer se distanciar da zona de rebaixamento para depois pensar em algo mais dentro da competição.

O Vasco vem de triunfo por 1 a 0 diante do Vitória, no Barradão. O resultado colocou o time na nona posição, com 25 pontos, apenas dois atrás do Goiás, quarto colocado. A briga pelo G-4 está acirrada. Entre os dois estão: Avaí (27), Sampaio Corrêa (26), Guarani (26) e Botafogo (25).

O Vila Nova, por sua vez, perdeu para o Sampaio Corrêa, por 2 a 0. O Tigre, no entanto, tem 18 pontos, contra 13 do Vitória, que abre a zona de rebaixamento. O time goiano tem feito o possível para evitar uma luta contra a degola nas rodadas finais.

Sem problemas por lesão ou suspensão, em relação ao último jogo, a tendência é que o técnico Higo Magalhães repita a escalação que perdeu contra o Sampaio Corrêa. Existem pequenas dúvidas. Na lateral-direita, Moacir disputa posição com Lucas Mazetti. Já no ataque Alan Grafite e Clayton podem aparecer entre os titulares, o que não seria nenhuma surpresa.

"Temos alguns pontos diferentes, pois o adversário muda. Contra o Guarani, a linha defensiva deles ficava muito exposta. Já a do Vasco, não fica tão exposta assim. Mesmo sabendo que o Vasco vai vir para cima, tentando imprimir um ritmo forte em casa, com Lisca o Vasco já tem um sistema defensivo mais sólido. É um time que está tomando poucos gols, mesmo com mais gente chegando na frente. Mas vamos tentar explorar os pontos vulneráveis do adversário, pois toda equipe tem", disse o treinador.

A única atividade cruzmaltina visando o importante confronto foi realizada na tarde de terça-feira, no CT Moacyr Barbosa, na Cidade de Deus, e foi marcada por trabalhos físicos, técnicos e táticos. Diante do Vila Nova, pela primeira vez no torneio nacional, o Vasco não poderá contar com o artilheiro Germán Cano. O argentino recebeu o terceiro cartão amarelo na rodada passada e cumprirá suspensão contra o clube goiano. Daniel Amorim deverá ser o substituto.

"O Cano é o nosso artilheiro, que nos ajuda com gols, então vai fazer muita falta. Ele agrega bastante ao nosso grupo, não apenas dentro de campo, mas fora dele também. Apesar disso, confio bastante no nosso grupo e acredito que o jogador escolhido para substituí-lo vai corresponder", afirmou o volante Romulo, que voltou a ser titular da equipe vascaína justamente em Salvador, contra o Vitória.

Rômulo ainda pregou respeito ao Vila Nova. "Temos que sempre, acima de tudo, respeitar o nosso adversário. Sabemos das nossas qualidades, é claro, mas não existe jogo fácil na Série B. Tivemos uma prova disso nessa última rodada. De qualquer forma, vamos tentar impor nosso ritmo, colocar em prática nossa estratégia, algo que não conseguimos contra o Vitória por conta das condições do gramado. Queremos o resultado positivo para entrarmos no G4", concluiu.

Escrito por:

Estadão Conteúdo