Publicado 08 de Agosto de 2021 - 17h43

Por Gabriel Caldeira

Secretária do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen informou nesta segunda-feira, em carta enviada ao Congresso americano, que o órgão adotou novas "medidas emergenciais" para cumprir o teto da dívida do país, que voltou a vigorar ontem, 1º.

De acordo com Yellen, um período de suspensão de emissão de dívida foi instaurado hoje e durará até 30 de setembro. Ela ainda informou aos congressistas que o Tesouro não poderá investir todo o dinheiro previsto para o Fundo de Aposentadoria e Deficiência da Função Pública e para o Fundo de Investimento em Títulos Governamentais do Thrift Savings Fund, um plano de previdência para funcionários e aposentados do serviço público dos Estados Unidos.

"Peço respeitosamente ao Congresso que proteja toda a fé e crédito dos Estados Unidos, agindo o mais rápido possível", disse Yellen ao fim da carta. A secretária, assim como a Casa Branca, tem defendido a suspensão do teto da dívida.

Escrito por:

Gabriel Caldeira