Publicado 07 de Agosto de 2021 - 18h54

Por Estadão Conteúdo

No confronto entre o líder e o lanterna do Campeonato Brasileiro da Série B, quem levou a melhor foi justamente o pior times na tabela de classificação. Mesmo jogando no estádio dos Aflitos, no Recife, o Náutico foi goleado para o Confiança, por 4 a 0, neste sábado, em jogo válido pela 16.ª rodada.

Uma surpresa, afinal o Náutico não perdia em casa há 26 jogos, desde outubro de 2020 quando levou 2 a 0 da Ponte Preta pela Série B. Só que na rodada anterior, o time pernambucano tinha perdido sua invencibilidade na Série B ao levar 3 a 1 do Coritiba. Mesmo com estas duas derrotas consecutivas, segue na liderança com 30 pontos, mesma pontuação do Coritiba, que é vice-líder por ter menor saldo de gols: 10 a 8.

Além de aprontar e cima do líder, o Confiança viveu uma tarde de muita inspiração, onde tudo deu certo. Com isso, comemorou o fato de vencer após nove jogos de jejum e de quebra deixou a lanterna para o Brasil-RS. Agora vai torcer contra os concorrentes para seguir fora da zona do rebaixamento, com 13 pontos, em 16.º lugar.

A expectativa do jogo era de um ataque contra defesa. Mas a surpresa aconteceu logo no começo, quando o Confiança abriu o placar. Após escanteio, Marcelinho recebeu a bola, desceu em diagonal e chutou de fora da área. A bola explodiu no travessão e caiu nos pés de Willians Santana, que ajeitou a bola de frente pra o gol. Ele chutou às redes e saiu para comemorar aos quatro minutos.

O gol desestabilizou o Náutico por alguns instantes. Mas logo o time pernambucano impôs o seu ritmo, com mais posse de bola e volume. Mas sem qualquer inspiração. Diante disso, o time sergipano fez o que dele se esperava: ficou atrás se defendendo na espera de um contra-ataque.

A chance de ampliar o placar apareceu nos acréscimos, aos 48 minutos. Jhemerson arrancou sozinho pelo lado direito do ataque e perto da grande área fez o passe lateral para Rafael Vila que tocou no canto na saída do goleiro Alex Alves.

Na volta para o segundo tempo, com chuva, o técnico Hélio dos Anjos apresentou duas mudanças. Tirou o lateral Breno, pendurado com cartão amarelo, para a entrada de Rafinha e sacou o meia Marciel para a colocar o atacante Matheus Carvalho.

O plano, é claro, era deixar o time mais agressivo. Mas tudo foi por água abaixo logo aos dois minutos quando o Confiança marcou seu terceiro gol, logo aos dois minutos. Após levantamento na pequena área, houve um bate-rebate e a sobra caiu na frente do zagueiro Nirley, que bateu de virada para o gol.

Apesar da grande desvantagem, o Náutico não se entregou e conseguiu ainda criar chances no ataque. O goleiro Michael, que fez sua estreia, praticou pelo menos três boas defesas. Mas a tarde não era mesmo para o clube pernambucano.

Pela 17.ª rodada, o Náutico volta a campo agora na quarta-feira às 21h30 quando vai enfrentar o Sampaio Corrêa, em São Luis (MA). Na terça-feira, o Confiança, ainda dirigido pelo interino Zé Carlos Leal, joga em casa diante do CSA, a partir das 19 horas.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 0 x 4 CONFIANÇA

NÁUTICO - Alex Alves; Thássio (Willians Bahia), Yago, Carlão e Breno (Rafinha); Matheus Trindade, Rhaldney (Djavan), Marciel (Matheus Carvalho) e Jean Carlos; Iago Dias (Giovanny) e Paiva. Técnico: Hélio dos Anjos.

CONFIANÇA - Michael; Marcelinho, Nirley, Bareiro e João Paulo (Lucas Sampaio); Madison (Rafael Vila), Serginho (Álvaro), Daniel Penha e Jhemerson; Ítalo (Vinícius Santana) e Willians Santana (Neto Berola). Técnico: Zé Carlos Leal (interino).

GOLS - Willians Santana, aos 4, e Rafael Vila, aos 48 minutos do primeiro tempo; Nirley, aos 2, e Rafael Vila, aos 15 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Breno (Náutico); Bareiro, João Paulo, Marcelinho e Serginho (Confiança).

CARTÕES VERMELHOS - Carlão (Náutico); Neto Berola (Confiança).

ÁRBITRO - Rafael Carlos Salgueiro Lima (AL).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio dos Aflitos, no Recife (PE).

Escrito por:

Estadão Conteúdo