Publicado 04 de Agosto de 2021 - 19h38

Por Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central alertou nesta quarta-feira, 4, que a evolução da variante Delta de covid-19 adiciona risco à recuperação da economia global. O colegiado elevou a Selic (a taxa básica de juros) em 1,00 ponto porcentual, de 4,25% para 5,25% ao ano, e já sinalizou um novo aumento de mesma magnitude na próxima reunião, em setembro.

"O Comitê avalia que, a despeito dos movimentos recentes nas curvas de juros, ainda há risco relevante de aumento da inflação nas economias centrais. Ainda assim, o ambiente para países emergentes segue favorável com os estímulos monetários de longa duração, os programas fiscais e a reabertura das principais economias", acrescentou o BC, sobre o cenário externo.

Já no ambiente doméstico, o Copom limitou-se a comentar que os indicadores recentes continuam mostrando evolução positiva e não ensejam mudança relevante no cenário de recuperação robusta do crescimento econômico ao longo do segundo semestre.

Escrito por:

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues