Publicado 04 de Agosto de 2021 - 17h44

Por Amanda Pupo

Por Daniel Weterman e Matheus de Souza

O ex-assessor do Ministério da Saúde, coronel Marcelo Blanco, admitiu à CPI da Covid ter recebido uma proposta de oferta de vacinas da Davati Medical Supply em seu e-mail pessoal. À comissão, Blanco vinha afirmando que orientou os envolvidos na negociação a acionar os e-mails institucionais da pasta.

Ao ser confrontado com a notícia sobre a proposta recebida por ele em meios pessoais, Blanco disse que não pediu que o documento fosse enviado diretamente a ele. "O Cristiano (da Davati) tomou a liberdade de enviar essa proposta, era uma FCO salvo engano de 17,5 dólares, e em seguida tem conversa minha, salve engano áudio, (falando que) tem que enviar para e-mails institucionais, não é para mim", disse Blanco, que afirmou ainda que chegou a questionar quem seria Rafael, que teria lhe enviado o e-mail.

No entanto, reportagem publicada pela CNN Brasil aponta que Blanco teria pedido que documentos fossem enviados para seu e-mail. O veículo exibe uma suposta conversa entre Blanco e Cristiano Carvalho, da Davati, em que o coronel teria feito essa solicitação.

Escrito por:

Amanda Pupo Daniel Weterman e Matheus de Souza