Publicado 03 de Agosto de 2021 - 16h23

Por Estadão Conteúdo

A disputa pelo ouro será acirrada na final do futebol masculino da Olimpíada de Tóquio-2020. O clima é de respeito entre as equipes, mas dentro de campo Brasil e Espanha lutarão pelo bicampeonato olímpico. Enquanto os brasileiros defendem a medalha de ouro inédita, conquistada há cinco anos no Rio-2016, os espanhóis tentam repetir o feito realizado também dentro de casa, em 1992, nos Jogos de Barcelona.

Marco Asensio, autor do gol contra o Japão que classificou a Espanha para a decisão do torneio olímpico do futebol masculino, elogiou bastante o Brasil, mas acredita que o título virá para o lado europeu. "Será uma grande final. O Brasil tem grandes jogadores, que fizeram um grande torneio. Vamos nos preparar porque queremos a medalha de ouro", disse o atacante do Real Madrid. "Queríamos uma medalha, e esse objetivo está cumprido. Mas nós não queremos ficar apenas nisso".

Segundo o jogador de 25 anos, ganhar do Brasil e conquistar a medalha de ouro representará um troféu importante para o seu país, mas também uma conquista pessoal depois de uma grave lesão em 2019, que fez sua carreira cambalear e nunca mais ser a mesma. "Significa muito para mim, individualmente, por causa de todo o processo que ocorreu nos últimos dois anos. Não foram fáceis", afirmou Asensio.

Brasil e Espanha se enfrentarão neste sábado, às 8h30 (de Brasília), no estádio Internacional de Yokohama, em Yokohama, para definir a medalha de ouro, enquanto que México e Japão disputarão o bronze.

Escrito por:

Estadão Conteúdo