Publicado 21 de Julho de 2021 - 7h34

Por Estadão Conteúdo

O Red Bull Bragantino tem dois trunfos para avançar às quartas de final da Copa Sul-Americana. Invicto há 13 jogos, com sete vitórias e seis empates, o clube brasileiro chega com boa vantagem para enfrentar o Independiente del Valle, do Equador, nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), pela volta das oitavas de final.

Com a vitória na ida por 2 a 0, no Equador, o Red Bull Bragantino poderá perder por até um gol de diferença que irá carimbar o passaporte. Ao clube equatoriano restará vencer por três ou mais gols de diferença para avançar direto. Pode se classificar também com vitória por dois gols de vantagem, desde que marque três ou mais gols no interior paulista, uma vez que há gol qualificado no torneio. Se devolver os 2 a 0, a decisão será nos pênaltis.

Se o Independiente del Valle entrou na atual fase após ser eliminado na Copa Libertadores, o Red Bull Bragantino está desde o início na Sul-Americana e acumula cinco vitórias e duas derrotas. Os brasileiros já enfrentaram Deportes Tolima (Colômbia), Emelec (Equador) e Talleres (Argentina).

No time brasileiro, o técnico Maurício Barbieri deverá manter a base do jogo da ida. Ele segue sem contar com o meio-campista Claudinho, que está no Japão com a seleção brasileira olímpica. "Temos que ter muito os pés no chão, entender que conseguimos uma vantagem que é importante, mas de maneira nenhuma é definitiva. Vamos ter que se esforçar da mesma maneira ou até mais para que se consiga a classificação. A vantagem é importante, a gente precisa saber jogar com ela, mas não tem nada definido", disse.

Sem marcar gols há dois jogos, o Independiente del Valle precisa achar o caminho das redes se quiser sonhar com a classificação. Para complicar, o atacante Bauman foi expulso no jogo de ida e será desfalque. Sornoza fica com a vaga.

Escrito por:

Estadão Conteúdo