Publicado 21 de Julho de 2021 - 5h19

Por Estadão Conteúdo

Os reflexos da Copa América no Brasil ainda estão sendo sentidos. Prova disso que o duelo válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, que foi remarcado por conta dos jogos na Arena Pantanal, em Cuiabá, entre Cuiabá e Atlético Goianiense irá acontecer nesta quarta-feira, às 19 horas (de Brasília).

Os donos da casa vão buscar a segunda vitória seguida, após desencantarem diante da Chapecoense, quando venceram por 3 a 2. Além disso, tentam sair da zona de rebaixamento. Atualmente, o Cuiabá aparece na 18.ª colocação, com nove pontos em 10 jogos. Já o Atlético Goianiense não sabe o que é vencer há três rodadas e está estacionado com 15 pontos, na 11.ª posição.

O duelo irá marcar o reencontro do time goiano com o técnico Jorginho Campos, que comandava a equipe até o começo deste ano e agora está no rival. "Estou preocupado apenas com o jogo, em montar meu time da melhor maneira possível", garantiu.

Focado no duelo, o Cuiabá fez seu último treino nesta terça-feira, no qual Jorginho deu pistas do time que irá colocar em campo. A principal dúvida está no setor de meio de campo, já que Pepê está de volta após cumprir suspensão e a tendência é que ele atue ao lado do volante Uillian Correia.

Rafael Gava se recuperou da indisposição intestinal, que o tirou da última partida, e volta a ficar à disposição, mas deve ser opção no banco de reservas. Por outro lado, Camilo segue em recuperação da entorse no tornozelo direito e continua de fora.

O técnico Eduardo Barroca tem três desfalques para armar o Atlético Goianiense. O meia João Paulo teve uma lesão constatada no posterior da coxa esquerda e o lateral-esquerdo Natanael segue se recuperando de uma contratura muscular, que já o tirou do duelo contra o Palmeiras. A dupla sequer viajou com o grupo para ficar em tratamento.

A outra baixa é por suspensão. O atacante Zé Roberto levou o terceiro cartão amarelo na rodada passada e agora cumpre suspensão automática. Toró, Ronald e Janderson brigam pela titularidade no setor ofensivo. Algumas outras mudanças podem acontecer por opção técnica, já que a time não teve um bom desempenho na derrota para o Palmeiras por 3 a 0.

Escrito por:

Estadão Conteúdo