Publicado 20 de Julho de 2021 - 21h53

Por Estadão Conteúdo

Fábio, mais uma vez, chamou a responsabilidade para explicar a má fase do Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro. O time celeste chegou ao sétimo tropeço consecutivo e corre sérios riscos de rebaixamento. Na noite desta terça-feira, o time mineiro perdeu para o Remo, por 1 a 0, no Baenão, pela 13ª rodada.

"Momento difícil. Infelizmente, algumas coisas não estão saindo da forma que a gente trabalha. Independente das coisas externas, estamos focados em melhorar. Na hora certa, vamos conseguir essa vitória para virar a chave, pegar confiança e tirar o Cruzeiro dessa situação", falou o goleiro.

A situação é preocupante. O time celeste tem apenas 11 pontos, em 13 jogos disputados e está flertando com o rebaixamento. A pressão está em cima do técnico Mozart, mas o time mineiro já trocou de treinador. Ou seja, o atual comandante teria que pedir demissão ou o clube teria que pegar alguém da própria "casa" para assumir a equipe.

"Conheço muito bem esse clube, a torcida, sofro junto, estamos sofrendo, mas vamos continuar nos dedicando, trabalhando para reverter essa situação. Mas não podemos desligar dentro do jogo. É do futebol, mas não é a primeira vez que acontece. Vamos ter que buscar algo mais, porque essa camisa é gigante", concluiu.

A tendência é que Mozart ganhe ainda mais um voto de confiança da diretoria, pois o time irá direto para Goiânia, onde enfrenta o Vila Nova, neste sábado, às 16h30, no OBA, pela 14ª rodada da Série B.

Escrito por:

Estadão Conteúdo