Publicado 19 de Julho de 2021 - 15h27

Por Sofia Aguiar

Diante de novas infecções pelo mundo, os Estados Unidos aumentaram o risco de viajar para o Reino Unido ao seu nível mais alto. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) do país emitiu um alerta para os americanos para não viajarem ao Reino Unido por conta da alta taxa de disseminação da variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia.

Nesta segunda-feira, 19, o Reino Unido suspendeu a maioria das restrições contra a doença, apesar do aumento das taxas de infecção. O alerta publicado pelo CDC pede para que as pessoas evitem viajar e "mesmo viajantes totalmente vacinados podem correr o risco de contrair e disseminar variantes da covid-19".

Nesta segunda-feira, o Irã impôs um bloqueio de uma semana na capital, Teerã, e na região circundante, enquanto o país luta com outro aumento da pandemia de coronavírus, informou a mídia estatal. O bloqueio é o quinto do país até agora e começará na terça-feira, 20, com duração até a próxima segunda-feira, 26.

Segundo a Associated Press, o Irã relatou 25.441 novos casos hoje e 213 mortes no ontem. Durante uma onda anterior de casos, em abril, o Irã relatou o maior número diário de casos, 25.582. Na época, seu número diário de óbitos subiu para cerca de 400, abaixo do recorde de 486 alcançado em novembro passado.

Olimpíada

O atleta Ondrej Perusic, da República Tcheca, testou positivo para a covid-19, totalizando até o momento três pessoas infectadas pelo vírus. A partida de estreia do jogador de voleibol de praia, programada para daqui a sete dias, está agora em risco, depois de um teste PCR ter confirmado a sua infecção.

Perusic e seu parceiro de jogo deveriam começar seu programa olímpico em 26 de julho, contra oponentes da Letônia. O líder da equipe tcheca, Martin Doktor, afirmou em um comunicado que pediria o adiamento do jogo até que o jogador infectado fosse liberado para jogar. Perusic, que disse ter sido vacinado, é o segundo membro da delegação tcheca a testar positivo em Tóquio, de acordo com a Associated Press.

Ele é o terceiro atleta na Vila Olímpica com teste positivo. Dois jogadores sul-africanos de futebol masculino tiveram seus casos de covid-19 anunciados ontem. Os jogadores e um analista de vídeo da equipe com teste positivo foram transferidos para a "instalação de isolamento" gerenciada pelo comitê organizador olímpico.

Escrito por:

Sofia Aguiar