Publicado 18 de Julho de 2021 - 23h37

Por Estadão Conteúdo

A noite deste domingo foi especial para o atacante Thiago Galhardo. Afinal, foi ele quem marcou o gol da vitória no duelo gaúcho, sobre o Juventude, pelo placar de 1 a 0, em jogo válido pela 12.ª rodada do Brasileirão. Além de ter ajudado o Internacional a acabar com o jejum de vitórias no Beira-Rio, que já durava oito partidas, ele também acabou com a seca de gols, após ficar 12 jogos sem balançar as redes.

Ao fim da partida, ele admitiu que os dois jejuns já estavam incomodando. "Estava me cobrando muito por não fazer um gol de cabeça. Falei com a minha família hoje que iria reencontrar os gols", disse Thiago Galhardo.

"Quem joga em time grande, carrega peso o tempo inteiro. A vitória nos dá confiança. Temos feito bons jogos, mas pecando nas finalizações. O mais difícil do futebol é criar. As coisas estão andando, é bom fazer os gols com as oportunidades e não tomar", declarou.

Heitor, que fez a assistência para o gol de Galhardo, também falou da importância de voltar a vencer e o foco nessa verdadeira decisão. "Sabíamos que precisávamos voltar a vencer aqui dentro de casa para nos dar confiança, já que na quinta-feira temos um jogo decisivo pela Libertadores e acabar com essa seca de vitórias aqui no Beira-Rio era parte do nosso objetivo. Está todo mundo de parabéns, agora é focar nessa próxima e importante partida", disse o lateral-direito.

O Inter retorna as suas atenções para as oitavas de final da Copa Libertadores e volta a campo na próxima quinta-feira, dia 22, quando recebe o Olimpia-PAR, no duelo de volta, às 21h30, no Estádio do Beira-Rio. No jogo de ida, houve empate sem gols no Paraguai. Quem vencer na volta fica com a vaga.

Escrito por:

Estadão Conteúdo