Publicado 17 de Julho de 2021 - 8h27

Por Estadão Conteúdo

O Botafogo chega pressionado para o confronto direto diante do Brusque neste sábado, às 19 horas, no estádio Augusto Bauer, pela 12.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Sem vencer há três rodadas, o clube carioca terá Ricardo Resende, técnico do time sub-20, em seu comando no lugar do demitido Marcelo Chamusca.

O experiente treinador caiu após o empate por 3 a 3 com o Cruzeiro. Com a negativa de Lisca, o Botafogo segue no mercado em busca de um treinador. Os cariocas somam 13 pontos, a mesma pontuação do Brusque, que apanhou nas últimas três rodadas, mas está um degrau acima por causa do número de vitórias (4 a 3). No meio de semana, o Brusque levou a virada do ex-lanterna Remo por 2 a 1.

A partida ainda terá o encontro entre o artilheiro e o vice-artilheiro da Série B. Edu, do Brusque, lidera com oito gols. Ele é responsável por 66,7% dos 12 gols do clube catarinense. Já Chay, do Botafogo, aparece logo atrás com seis gols marcados, empatado com Régis, do Guarani. Chay fez 40% dos 15 gols dos cariocas na Série B.

No Botafogo, Lucas Mezenga, Rafael Carioca e Marco Antônio caíram na graça de Resende e devem ser titulares. Eles devem entrar, respectivamente, nas vagas de Gilson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Guilherme Santos e Felipe Ferreira, ambos por opção técnica.

O que não se mexe no Botafogo é a titularidade de Chay.

No Brusque, o técnico Jerson Testoni não terá jogadores suspensos, mas em compensação, segue com vários no departamento médico. Os mais próximos de voltar são o meia Alex Ruan e o lateral-direito Vivico, que já estão em transição.

O meia Jhon Cley (lesão no quadril), o lateral-direito Edílson (púbis e músculo adutor) e o volante Juliano (púbis), por outro lado, demandam mais tento. Já o zagueiro Sandro testou positivo para Covid-19. Recuperado do novo coronavírus, Ruan Carneiro tem treinado normalmente.

Escrito por:

Estadão Conteúdo