Publicado 16 de Julho de 2021 - 20h07

Por Matheus Andrade

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta sexta-feira, 16, que plataformas como o Facebook vêm "matando pessoas", sugerindo que as redes sociais teriam influência na pandemia entre as pessoas que não querem se vacinar. Questionado por um repórter sobre qual seria sua mensagem para "plataformas como o Facebook", o democrata assegurou que "eles estão matando pessoas".

Mais cedo, a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou que a China e a Rússia são responsáveis por parte da desinformação sobre as vacinas contra a covid-19 produzidas no Ocidente. Ela também disse que as redes sociais precisam agir mais rápido para bloquear informações falsas sobre os imunizantes e criticou a postura do Facebook.

O repórter da NBC Dylan Byers questionou a um porta-voz qual era a posição da empresa. A resposta foi de que as acusações não "são sustentadas pelos fatos". Segundo o representante da rede social, "mais de 2 bilhões de pessoas viram informações confiáveis sobre covid-19 e vacinas no Facebook, o que é mais do que qualquer outro lugar na internet".

Escrito por:

Matheus Andrade