Publicado 30 de Junho de 2021 - 22h58

Por Estadão Conteúdo

Incomodado por mais um empate do Santos em casa, o volante Camacho criticou o que chamou de "cera", que teria sido feita pelos jogadores do Sport na noite desta quarta-feira, e lamentou a postura do árbitro gaúcho Douglas Schwengber da Silva. O 0 a 0 na Vila Belmiro foi válido pela oitava rodada do Brasileirão.

"Não quiseram jogar, fizeram cera o tempo inteiro e o juiz foi conivente com isso. A maioria vai vir aqui fechado e temos que aprender a jogar assim", reclamou o jogador, na saída do gramado. O outro empate sem gols do Santos na Vila aconteceu diante do Juventude, no dia 12 deste mês.

Nas duas partidas, o time paulista parou na retranca dos adversários e não esboçou recursos para melhorar a armação e a criatividade. Nesta quarta, a situação teve o agravante do desfalque do suspenso Marinho, principal jogador do setor ofensivo santista.

"Sabíamos que essa partida seria assim. Dois jogos que os times vieram fechados, não querendo jogar. Não conseguimos entrar nessa retranca. Cruzamos muito a bola, mas chutamos pouco no gol", admitiu Camacho, insatisfeito com as dificuldades santistas diante de retrancas.

Escrito por:

Estadão Conteúdo