Publicado 30 de Junho de 2021 - 11h43

Por André Marinho

O comissário da União Europeia (UE) para a economia, Paolo Gentiloni, caracterizou como "positivo" o cenário econômico na região e disse que a recuperação da crise provocada pelo coronavírus está em curso. No entanto, ele alertou para o risco de "fragmentação" no processo, com alguns países tendo crescimento mais robusto que outros.

Em evento que marcou o final da presidência portuguesa do bloco, Gentiloni afirmou que a UE "deve se orgulhar" da resposta à primeira fase da pandemia, particularmente com a aprovação de um fundo de recuperação de cerca de 800 bilhões de euros.

Para ele, o foco agora tem que ser na garantia de taxas mais robustas e sustentadas de expansão do Produto Interno Bruto (PIB).

O político italiano também advertiu contra uma retirada prematura das medidas de apoio econômico, que poderia ameaçar a recuperação. Disse ainda que compartilha da opinião de que o aumento da inflação na zona do euro é um fenômeno temporário e deve arrefecer no próximo ano.

Escrito por:

André Marinho