Publicado 28 de Junho de 2021 - 19h18

Por Estadão Conteúdo

O atacante Everton Cebolinha teve importantes camisas de sua carreira furtadas no último sábado, em um condomínio no município de Eusébio, próximo a Fortaleza, no Ceará. A informação foi divulgada pelo próprio jogador em suas redes sociais.

Segundo o atleta, as peças estavam penduradas em quadros, que foram quebrados no furto. Tratam-se das camisas da final da Copa do Brasil de 2016, quando foi campeão pelo Grêmio, da apresentação do jogador no Benfica e a da seleção brasileira que usou na final da Copa América de 2019, jogo no qual marcou um dos gols da decisão diante do Peru.

"Três camisas que têm um valor sentimental inexplicável", escreveu o jogador. "Peço encarecidamente que sejam devolvidas, pois representam momentos únicos da minha vida", disse o atacante, fazendo um apelo para que tenha de volta suas camisas.

Revelado pelo Fortaleza, Everton ganhou destaque no futebol nacional com a camisa do Grêmio, pelo qual conquistou títulos importantes, como a Libertadores e a Recopa Sul-Americana. Foi convocado por Tite para a seleção brasileira em 2018, após a Copa da Rússia, e desde então faz parte do elenco do Brasil. No ano passado, chegou ao Benfica.

A seleção brasileira volta a campo pela Copa América na sexta-feira, no Engenhão, pelas quartas de final da Copa América. O adversário será o quarto colocado do Grupo A, podendo ser Chile ou Uruguai.

Escrito por:

Estadão Conteúdo