Publicado 22 de Junho de 2021 - 21h12

Por Estadão Conteúdo

De nada adiantaram os protestos de parte da torcida. A Ponte Preta segue sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. Pior: chegou a dez jogos sem triunfar e continua na lanterna. O tropeço mais recente ocorreu na noite desta terça-feira, no empate sem gols diante do Operário no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela sexta rodada.

A Ponte Preta até encerrou a série de três derrotas seguidas, mas somou apenas seu segundo ponto, ficando na última colocação. O Operário, enquanto isso, perdeu a chance de grudar no líder Náutico e caiu para a terceira colocação com 11 pontos, a mesma pontuação do Goiás, que leva vantagem no saldo de gols (5 a 1).

A torcida da Ponte Preta voltou a protestar por causa da má fase do time. Se na segunda-feira, alguns torcedores jogaram bombas no CT, nesta noite, estenderam faixas contra a diretoria na frente do Majestoso: "Diretoria Amadora", "Tiãozinho omisso" e "Devolvam nossa AAPP".

Em campo, a Ponte Preta começou disposta a vencer a primeira. Aos 4 minutos, Camilo bateu escanteio e Cleylton cabeceou com perigo, mas Thiago Braga espalmou. Cinco minutos depois, Josiel bateu, Reniê se enrolou, bateu para trás e quase fez gol contra. O Operário teve apenas uma boa chance aos 30 minutos em um petardo de Djalma Silva que obrigou Ygor a trabalhar.

A Ponte Preta voltou em cima. Richard tentou de voleio aos 14 e Rodrigão de cabeça aos 15. A bola passou bem perto em ambas as oportunidades. Aos 26 minutos, Moisés fez boa jogada e bateu rasteiro. Thiago Braga fez boa defesa. O Operário chegou em chute com curva de Marcelo, mas Ygor espalmou e garantiu o empate.

Na sétima rodada, a Ponte Preta visitará o Brasil, em Pelotas, na sexta-feira, às 19 horas. No mesmo dia, mas às 21h30, o Operário receberá o Confiança em Ponta Grossa (PR).

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 0X 0 OPERÁRIO

PONTE PRETA- Ygor; Kevin, Ednei, Cleylton e Rafael Santos; Dawhan, Vini Locatelli (Marcos Júnior) e Camilo (Moisés); Richard (Fessin), Rodrigão (João Veras) e Josiel (Niltinho). Técnico: Gilson Kleina.

OPERÁRIO- Thiago Braga; Alex Silva, Reniê, Rodolfo Filemon e Djalma Silva; Leandro Vilela (Rafael Chorão), Tomas Bastos (Rafael Oller), Thomaz (Fábio Alemão) e Jean Carlo (Marcelo); Rodrigo Pimpão (Felipe Garcia) e Paulo Sérgio. Técnico: Matheus Costa.

ÁRBITRO - Rafael Carlos Salgueiro (AL).

CARTÕES AMARELOS Vini Locatelli, Rafael Oller e Cleylton (PONTE PRETA); Leandro Vilela (OPERÁRIO).

RENDA e PÚBLICO - Portões fechados.

LOCAL Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Escrito por:

Estadão Conteúdo