Publicado 22 de Junho de 2021 - 17h47

Por Estadão Conteúdo

Com um time repleto de reservas, a seleção brasileira masculina de vôlei derrotou a Alemanha, por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/21 e 25/23 e somou a 13ª vitória, em 14 jogos disputados na Liga das Nações, em Rimini, na Itália. Classificado antecipadamente para as semifinais, o Brasil volta à quadra, nesta quarta-feira, às 16h30 para encarar a Rússia.

O Brasil entrou em quadra com Alan, Cachopa, Maurício Borges, Douglas Souza e Isac. Apenas Lucão e Thales representaram os titulares, mas, mesmo assim, o time conseguiu apresentar um ritmo de jogo intenso, apesar de alguns momentos de indecisão.

O primeiro set foi de altos e baixos para a equipe nacional, que abriu 10 a 5, mas depois sofreu com o bloqueio alemão e aí o placar foi apertado para 11 a 9. Com Alan bem no ataque, a seleção alcançou 16 a 12 e viu o adversário mais uma vez reagir (23 a 21). Alan foi decisivo e o Brasil saiu na frente.

O início do segundo set foi mais complicado, com as alemães contando com a bela atuação de Weber. Desta forma, o placar ficou empatado em 10 pontos. Alan, desta vez, teve a ajuda de Douglas Souza para conduzir a seleção a 2 a 0 no placar.

O terceiro set foi conquistado na força, pois a Alemanha veio para o tudo ou nada. Com isso, a parcial ficou empatada várias vezes: 10 a 10, 12 a 12, 19 a 19 e 23 a 23. Nos lances finais, o Brasil conseguiu se impor e obter mais um triunfo na competição.

Escrito por:

Estadão Conteúdo