Publicado 22 de Junho de 2021 - 10h47

Por Estadão Conteúdo

A delegação de atletas olímpicos de Uganda, que chegou no último sábado a Tóquio para se preparar para os Jogos Olímpicos, foi colocada em quarentena nesta terça-feira pelas autoridades sanitárias do Japão devido a um caso positivo de infecção com o novo coronavírus.

Os oito atletas da equipe nacional do país da África, que acompanhavam o treinador, não identificado, que testou positivo para a covid-19 na chegada ao Aeroporto Internacional de Narita, em Tóquio, foram considerados casos de contato e deverão ficar em quarentena até o dia 3 de julho.

O treinador logo foi colocado em isolamento, enquanto que o restante da delegação de Uganda foi autorizada a se deslocar ao centro de treinamento de Izumisano, perto da cidade de Osaka, mas agora terá de cumprir quarentena.

"As autoridades médicas locais entrevistaram os oito membros e determinaram que eram casos de contato e pedimos que ficassem isolados até 3 de julho", explicou um responsável da cidade de Izumisano, acrescentando que está sendo estudada a possibilidade de poderem treinar ao ar livre, perto do hotel.

Este é o primeiro caso positivo de infecção pelo novo coronavírus em delegações olímpicas que já começam a chegar ao Japão para os Jogos Olímpicos, que acontecerão entre 23 de julho e 8 de agosto.

A equipe de softball da Austrália tornou-se a primeira delegação estrangeira a chegar ao Japão para a Olimpíada no início deste mês. Outros 14 remadores dinamarqueses também chegaram e viajaram para sua cidade anfitriã, localizada em Ogata, na província de Akita.

Escrito por:

Estadão Conteúdo