Publicado 20 de Junho de 2021 - 13h02

Por Estadão Conteúdo

Paulinho é um dos ídolos corintianos na conquista da Libertadores em 2012

Divulgação

Paulinho é um dos ídolos corintianos na conquista da Libertadores em 2012

Duílio Monteiro Alves disse que o Corinthians vai contratar no momento certo, após os protestos da torcida deste sábado (19). O presidente do Corinthians acaba de ganhar uma boa opção para fazer as pazes com os irritados corintianos: sonho antigo do clube, o volante Paulinho se despediu do Guangzhou Evergrande neste domingo (20) e está livre no mercado.

Um dos ídolos corintianos na conquista da Libertadores em 2012, Paulinho sempre viu seu nome envolvido em retorno ao clube paulista. Mas nunca conseguiu romper contrato com os chineses e foi adiando o sonho de voltar a defender o Corinthians. Resta saber se o clube irá atrás dele agora.

Após defender os chineses entre 2015 e 2016, sair por uma temporada e voltar em 2018 e jogar por lá até a atual temporada, ele fez questão de agradecer tudo o que viveu no clube chinês em mensagem em suas redes sociais.

"Hoje chegou ao fim um dos mais importantes ciclos da minha carreira. Foram anos incríveis profissional e pessoalmente, que ficarão guardados na memória com muito carinho", postou o volante. "A pandemia alterou profundamente a dinâmica mundial e, no meu caso, infelizmente, provoca minha despedida antecipada do clube. Vou com o peito apertado, mas o sentimento do dever cumprido", seguiu.

Paulinho disputou 172 partidas com a camisa do Evergrande e anotou 74 gols. "Só tenho a agradecer ao clube, aos meus colegas de trabalho e aos amigos que fiz na China. Obrigado Guangzhou Evergrande, obrigado China. Até um dia!", se despediu.

Escrito por:

Estadão Conteúdo