Publicado 19 de Junho de 2021 - 19h23

Por Estadão Conteúdo

Um dos melhores tenistas da temporada, o russo Andrey Rublev conquistou neste sábado vaga em sua primeira final na grama. O atual número 7 do mundo derrotou o georgiano Nikoloz Basilashvili por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 3/6 e 6/3, e avançou à decisão do Torneio de Halle, de nível ATP 500, na Alemanha.

Com grande potencial, Rublev começou a se destacar na temporada passada no circuito. Em 2020, chegou a ser o tenista com mais vitórias. Mas o brilho na quadra dura e no saibro não se repetia na velocidade da grama. Até que, neste sábado, chegou à quarta vitória seguida no piso e alcançou sua primeira final.

Até então, Rublev não havia perdido um set sequer em Halle, torneio conhecido por ter a grama mais veloz do circuito. Dono de oito títulos no circuito, o russo tentará conquistar seu 12º troféu. Neste ano, ele tem um troféu, conquistado em Roterdã, e um vice-campeonato, no Masters 1000 de Montecarlo.

No domingo, Rublev vai enfrentar o surpreendente francês Ugo Humbert, sensação do torneio. No caminho até a final, ele eliminou sacadores como o americano Sam Querrey, o favorito Alexander Zverev e a promessa Sebastian Korda. Neste sábado, acabou com o embalo do canadense Felix Auger-Aliassime, algoz do suíço Roger Federer na segunda rodada.

Humbert despachou o jovem canadense em três sets, com parciais de 6/4, 3/6 e 7/6 (7/5). O tenista de 22 anos, 31º do ranking, tem duas finais e dois títulos de ATP no currículo. Ele foi campeão na Antuérpia e em Auckland no ano passado. Nesta temporada, disputará sua primeira final em Halle.

LONDRES - O Torneio de Queen's também definiu seus finalistas neste sábado. Principal cabeça de chave, o italiano Matteo Berrettini vai enfrentar o local Cameron Norrie, na capital britânica, neste domingo. Número 9 do mundo, o tenista da Itália avançou ao superar o australiano Alex de Minaur por duplo 6/4.

Ele chega à final com o posto de algoz dos britânicos em Queen's. Pelo caminho, já deixou Andy Murray e Daniel Evans, em confrontos sem perder sets. No domingo, vai encarar Norrie, 41º do mundo, que avançou à decisão ao vencer o canadense Denis Shapovalov por 7/5 e 6/3.

Escrito por:

Estadão Conteúdo