Publicado 19 de Junho de 2021 - 16h17

Por Estadão Conteúdo

Vagner Mancini ficou apenas um mês desempregado. O ex-treinador do Corinthians foi confirmado neste sábado como novo comandante do América-MG para a disputa do Brasileirão. O acordo tem duração até o fim do ano, com possibilidade de renovação caso os mineiros consigam a permanência na elite.

"Bem-vindo, Vagner Mancini", anunciou o clube mineiro em suas redes sociais. "Vagner Mancini é o novo treinador do #Coelhão. O técnico assina até o final da temporada!", completou o departamento de comunicação do América-MG.

Assim como no clube paulista, mais uma vez Mancini assume uma equipe em situação difícil na elite nacional. Pegou o Corinthians em risco de queda no ano passado e o salvou. O América soma apenas um ponto no Brasileirão, está na zona de rebaixamento e ainda não marcou gols.

O técnico de 54 anos substitui Lisca, que optou pelo pedido de demissão após sete jogos sem triunfos. O treinador ficou 16 meses no clube mineiro, mas optou pela saída não apenas pelos resultados ruins, mas por divergências com alguns dirigentes.

Atrás de um treinador faz uma semana, os dirigentes do América aproveitaram a passagem por São Paulo para fechar com Mancini, escolhido por ter estilo semelhante ao de Lisca. A estreia, porém, não ocorre diante do Palmeiras, neste domingo, às 11 horas.

Mancini deve acompanhar o jogo no Allianz Parque, mas inicia os trabalhos apenas na segunda-feira. A estreia oficial será na quinta-feira, no Independência, diante do Juventude.

Será a terceira passagem de Vagner Mancini pelo futebol mineiro. Ele já dirigiu o Cruzeiro entre 2011 e 2012 e também trabalhou no Atlético-MG, em 2019. Não obteve conquistas, mas espera dar uma volta por cima com o América. Chega conhecendo o novo clube,a suem enfrentou e perdeu nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2020, pelo Corinthians.

Escrito por:

Estadão Conteúdo