Publicado 13 de Junho de 2021 - 22h10

Por Matheus Andrade

A apuração segue acirrada no Peru, com o professor e sindicalista Pedro Castillo mantendo sua liderança frente a ex-deputada de direita Keiko Fujimori no segundo turno das eleições presidenciais, com 98,283% das urnas apuradas. No entanto, o resultado final ainda não pode ser cravado.

Castillo, do Partido Nacional Peru Livre, aparece com 50,311% dos votos e Fujimori, da Fuerza Popular, tem 49,689%. Por volta das 21h58 (de Brasília), a diferença entre os dois era de cerca 107 mil votos, segundo dados da Oficina Nacional de Procesos Electorales (ONPE).

Ontem, em uma conferência de imprensa, Keiko afirmou que estavam ocorrendo uma "série de irregularidades na votação", e "convocou os cidadãos" para verificar outras supostas fraudes. Hoje, o ONPE publicou em seu Twitter uma série de postagens buscando explicar os processos de apuração dos resultados e justificando casos de cédulas ilegíveis. Além disso, o órgão indicou como funciona a recepção dos votos realizados no exterior, que são alguns dos últimos a serem apurados no país.

Escrito por:

Matheus Andrade