Publicado 13 de Junho de 2021 - 19h06

Por Estadão Conteúdo

Mesmo com a ausência de alguns dos seus principais jogadores, o Flamengo conquistou uma vitória tranquila por 2 a 0 em cima do América-MG, neste domingo à tarde no Maracanã, pela terceira rodada do Brasileirão. Para o atacante Bruno Henrique, o time manteve seu volume de jogo, enquanto Gerson, de saída para o Olympique de Marselha (FRA), mostrou um tom já de despedida e saudade.

"Eu joguei como costumo fazer, nas costas dos volantes. Acho que erramos um pouco nas finalizações, porque quando surge a oportunidade é preciso aproveitar. O time jogou bem e mereceu a vitória", analisou Bruno Henrique, que participou das ações mais perigosas no ataque, suprindo bem as faltas de Gabriel Barbosa, machucado, e Pedro, com covid-19.

Outro que atuou bem foi o meio-campo Gerson, já negociado por R$ 150 milhões, com o Olympique e que, agora, fará só mais três jogos pelo time carioca. Mas ele garante que está concentrado em vencer. "Para falar a verdade, nem sei, mas acho que faltam só três jogos. Mas continuo focado, porque tenho um dever a cumprir com o clube". Em seguida ele brincou: "Quem sabe se ganho mais um trofeuzinho, que estou tentando há muito tempo", comentou, referindo-se ao troféu de melhor em campo.

Mas o tom de suas palavras é mesmo de despedida. "Está acabando, mas espero um dia voltar. Muito feliz por tudo que vivi aqui dentro. Espero que o Flamengo continue conquistando muitas coisas ainda. Mas espero voltar para vestir uma camisa tão sonhada, que tive o privilégio de vestir. Quero aproveitar o pouco tempo que ainda tenho no Flamengo e dar meu melhor", completou emocionado.

Escrito por:

Estadão Conteúdo