Publicado 09 de Junho de 2021 - 19h35

Por Pedro Caramuru e Daniel Weterman

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado, Omar Aziz, afirmou durante sessão na tarde desta quarta-feira, 9, que não é verdadeira a versão dada por representantes e ex-auxiliares do governo de que o Planalto tinha interesse de comprar vacinas. Durante depoimento do ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde Elcio Franco, Aziz criticou as respostas dadas sobre o interesse do governo em imunizar a população.

"Essa história que vocês estão montando para o Brasil não é verdadeira. Essa história é uma versão da realidade. A realidade é: não havia interesse em comprar vacinas. A imunização de rebanho era uma imunização que quem fosse fraco morria e os fortes sobreviveriam. Essa é a imunização de rebanho pregada. A brincadeira do tratamento precoce tirou a vida de muita gente", afirmou o presidente da comissão.

Franco classificou como "natural" que ocorressem atrasos no desenvolvimento de vacinas e, consequentemente, do início da imunização. Mais cedo, no entanto, o ex-secretário havia culpado laboratórios e institutos pela demora no início da imunização.

O senador também rebateu declarações sobre a crise de oxigênio em Manaus, bem como as ações do Ministério da Saúde e afirmou que o governo "ficou sabendo, foi comunicado e não fez nada".

Escrito por:

Pedro Caramuru e Daniel Weterman