Publicado 09 de Agosto de 2021 - 14h38

Por Agência Brasil

Vacinação em massa apresenta resultados positivos no interior paulista

Vacinação em massa apresenta resultados positivos no interior paulista

Em mais um dia de vacinação em massa, 61.741 moradores de Botucatu, no interior paulista, foram imunizados neste domingo (8) com a segunda dose da vacina AstraZeneca/Oxford/Fiocruz. A vacinação em massa no município é parte de um projeto de efetividade que está sendo conduzido pelo Ministério da Saúde e a prefeitura de Botucatu, junto com a Universidade de Oxford, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Universidade Estadual Paulista (Unesp), o laboratório AstraZeneca, a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Fundação Bill e Melinda Gates.

O objetivo do projeto é analisar a efetividade do imunizante e monitorar eventuais efeitos adversos. Além da vacinação, a pesquisa prevê testagem da população e sequenciamento genético do vírus. A previsão é de que o estudo dure oito meses.

Segundo a prefeitura de Botucatu, 4.989 pessoas não compareceram aos postos para tomar a segunda dose do imunizante e devem, a partir de amanhã (10) procurar a unidade de saúde mais próxima de casa para completar o esquema vacinal. Outra opção é se dirigir aos ginásios Paralímpico e Complexo Esportivo Heróis do Araguaia no próximo sábado (14). Neste dia, também serão imunizadas as pessoas que tomaram a primeira dose da vacina no dia 22 de maio.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, participou do início da aplicação da segunda dose da vacina AstraZeneca/Oxford/Fiocruz em Botucatu.

Para se vacinar, as pessoas devem levar CPF, documento de identificação com foto e a carteirinha de vacinação que indica a aplicação da primeira dose.

Conclusões

A imunização em massa da população tem apresentado efeitos positivos em Botucatu. Segundo o Ministério da Saúde, após a aplicação da primeira dose da vacina AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, o número de casos de covid-19 no município caiu 80% e o número de internações pela doença, 86,7%.

 

 

 

 

 

Escrito por:

Agência Brasil