Economia

Fed tem caminho para conter inflação sem recessão nos EUA, diz Janet Yellen

Estadão Conteúdo
12/05/2022 às 13:35.
Atualizado em 12/05/2022 às 13:38

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, reafirmou nesta quinta-feira que a inflação é "uma preocupação séria" para o governo do presidente Joe Biden. No Comitê de Estabilidade Financeira, da Câmara dos Representantes, ela mostrou confiança no trabalho do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) para conter a trajetória dos preços sem provocar uma recessão.

Yellen também ressaltou o fato de que "não somos o único país a enfrentar recessão". Ela citou fatores externos, como problemas nas cadeias de produção. Sobre a economia americana, também ressaltou a força do mercado de trabalho neste momento.

Questionada sobre o aborto, em momento de discussão sobre o tema no país, após ter sido vazado rascunho de decisão da Suprema Corte que pode significar recuo no acesso à prática nos EUA, Yellen afirmou que "há um vínculo causal entre o acesso ao aborto e a qualidade de vida das mulheres".

Segundo ela, reverter a legislação atual atrapalharia a produtividade de "grandes grupos de mulheres" em seus principais anos de vida profissional, "especialmente as mais vulneráveis". Além disso, mencionou estudos segundo os quais a falta de acesso ao aborto tende a resultar em mais necessidade de ajuda oficial.

Outro ponto trazido por vários deputados na audiência foi a falta de fórmulas de leite infantil à venda em partes do país, com problemas nas cadeias de produção.

Segundo ela, o governo americano trabalha para enfrentar o problema. Em comunicado, a Casa Branca informa que Biden falará nesta quinta com varejistas e fabricantes desses produtos para receber uma atualização sobre os esforços para melhorar a oferta dele a famílias americanas. O governo diz ainda que anunciará nesta tarde ações adicionais para resolver o quadro.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Anuncie
(19) 3736-3085
comercial@rac.com.br
Fale Conosco
(19) 3772-8000
Central do Assinante
(19) 3736-3200
WhatsApp
(19) 9 9998-9902
Correio Popular© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por